Artigos

Um bom começo para despertar o líder que há em você, por Alkíndar de Oliveira

Quer ser um bom líder? Comece por analisar a hipótese de que os seus “sólidos” conceitos de como liderar podem ser frutos de equívocos. Líderes – hoje renomados – cometeram erros crassos. Será que como líderes todas nossas atitudes, normas de conduta e nossa visão de futuro estão corretas?

 

Reflitamos sobre as “certezas” a seguir:

 

> Ken Olsen, fundador da Digital, em 1977 disse: “não há motivo para alguém ter um computador em casa”. Ken Olsen errou;

 

> “O homem nunca chegará à Lua, independentemente de todos os futuros avanços científicos”, disse em 1969 Lee de Forest, o pai do rádio. Lee de Forest errou;

 

> Em 1962, a Decca Records, rejeitando a contratação dos Beatles, justificou: “Grupos com guitarras estão entrando em decadência”. A Decca Records errou;

> Em 1946, Dary F. Zanuck, presidente da 20th Century Fox, disse: “Após seis meses, a televisão não se manterá no mercado que porventura houver conquistado. As pessoas logo se enfastiarão de contemplar todas as noites uma caixa de madeira”. Dary Zanuck errou;

 

> Em 1939, o Jornal The New York Times opinou: “A televisão nunca será séria concorrência do rádio porque as pessoas precisam sentar e fixar seus olhos na tela. A família americana não tem tempo para isso”. O The New York Times errou;

 

> Henry Ford, quando os seus primeiros carros foram fabricados, afirmou: “Jamais um carro atingirá velocidade superior a 60 km por hora”. Henry Ford errou;

 

> Palavras do presidente do Michigan Savings Bank aconselhando o advogado de Henry Ford a não investir na Ford Motor Company: “O cavalo veio para ficar, mas o automóvel é apenas uma novidade passageira”. O Presidente do Michigan Savings Bank errou;

 

> “O cinema será encarado por algum tempo como uma curiosidade científica, mas não tem futuro comercial”. Afirmação feita por Augusto Lumière, em 1895, a respeito de seu próprio invento. Lumière errou;

 

> Em 1878, a Western Union rejeitou os direitos sobre a patente do telefone com a seguinte declaração: “Que uso a empresa poderia fazer desse brinquedo elétrico?” A Western Union errou;

 

> “Beethoven nunca aprendeu nem aprenderá coisa alguma. Como compositor é um caso perdido”, palavras de Albrechtsber, professor de composição de Beethoven. Albrechtsber errou;

 

> Em 1899, Charles Duell, responsável pelo serviço americano de patentes, sugerindo que seu Departamento fosse extinto, afirmou: “Tudo o que tinha que ser inventado já foi inventado”. Charlles Duell errou;

 

Se tantas pessoas ilustres erraram em suas “firmes opiniões”, será que também não estamos errando em muitas das nossas firmes opiniões sobre o que é liderança?

 

Conheça o site de Alkíndar de Oliveira no link www.alkindar.com.br.