Biografia

Ozires Silva nasceu em Bauru, em 08 de janeiro de 1931. É oficial da Aeronáutica e engenheiro formado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Destaca-se por sua contribuição no desenvolvimento da indústria aeronáutica brasileira. Liderou a equipe que projetou e construiu o avião Bandeirante. Em 1969, comandou o grupo que promoveu a criação da Embraer, uma das maiores empresas aeroespaciais do mundo. Deu início à produção industrial de aviões no Brasil.

Presidiu a empresa até 1986, quando aceitou o desafio de ser presidente da Petrobras, onde atuou até 1989. Em 1990, assumiu o Ministério da Infraestrutura e, em 1991, retornou à Embraer, desempenhando um papel importante na condução do processo de privatização da empresa, concluído em 1994.

Também atuou como presidente da Varig por três anos (2000-2003) e criou em 2003 a Pele Nova Biotecnologia, primeiro fruto da Academia Brasileira de Estudos Avançados, empresa focada em saúde humana cuja missão é a pesquisa, desenvolvimento e produção de tecnologias inovadoras na área de regeneração e engenharia tecidual.

Na Ânima Educação, iniciou sua trajetória em 2008 assumindo a reitoria da Unimonte, em Santos/SP (hoje chamada de São Judas Campus Unimonte). Foi o líder máximo da instituição até outubro de 2018, quando passou a ser Chanceler da Universidade São Judas, em São Paulo. No grupo, ele também ocupa, desde 2016, a posição de Presidente do Conselho de Inovação e é Patrono dos cursos de Engenharias nas instituições de ensino integrantes da Ânima Educação: Una (MG e GO), UniSociesc (SC e PR) e UniBH (MG).

Ozires Silva também faz parte de uma série de Conselhos e de Associações de Classe. Além disso, publicou cinco livros: ‘Nas Asas da Educação – A Trajetória da Embraer’, ‘Cartas a um Jovem Empreendedor – Realize seu Sonho: Vale a Pena’, ‘A Decolagem de um Sonho: a História da Criação da Embraer’ e ‘Etanol: a Revolução Verde e Amarela’. Já no final de 2011, foi lançada sua biografia, intitulada ‘Um Líder da Inovação – Biografia do Criador da Embraer’ e escrita por Decio Fischetti.

De forma rotineira tem seu nome enaltecido por importantes entidades e/ou esferas do poder público. Entre elas estão as promovidas pelo Senado Federal, Câmara dos Deputados e Câmara Municipal de São Paulo. Ao completar 80 anos, também viu sua história ser enaltecida por meio de exposição itinerante sobre sua vida, em iniciativa idealizada pela Embraer. Mais recentemente, agora em 2018, viu o Instituto Técnico de Aeronáutica (ITA), onde se formou, inaugurar uma estátua em homenagem ao seu legado.

Também recebeu condecorações internacionais. Entre elas estão – nos Estados Unidos – Medalha Charles Lindbergh, Membro do Transportation Center da Northwestern University, incluído no Hall of Fame da Smithsonian Institution e, também, no Hall of Fame da Caltech, e no World Trade Hall of Fame da World Trade Association de Los Angeles; – na Grã-Bretanha – Membro do British Council, Membro Honorário Air Squadron e Membro da Royal Aeronautical Society; – na Irlanda – Título de Doutor “Honoris Causa” pela Queen’s University; – na Suécia – Membro da Real Academia Sueca de Engenharia.